Em destaque

O Cordeiro e o jumento


Jesus Cristo e o pecador

Jesus certa vez mandou seus discípulos irem a um local e desamarrar um jumentinho nunca montado antes e chegando lá o dono do animal questionou os discípulos quando os viu soltando o animal. Então, os seguidores de Jesus disseram que o mestre precisava dele, o dono logo autorizou que o levassem e Jesus entrou em Jerusalém montado sobre o animal.

No Antigo Testamento, o primogênito de uma jumenta deveria ser sacrificado, pois era considerado amaldiçoado, salvo se o dono do animal desse em troca da vida dele um cordeiro. Um jumento é difícil de ser domado e quando o amarram é porque ele não aceitou a doma e é considerado sem serventia alguma. Para domar um animal como esse levam-se semanas bajulando e conquistando a confiança dele.

Mas o que isso ensina?Continuar lendo “O Cordeiro e o jumento”

Em destaque

Enrolada


Enrolada

Contém SPOILER.

O sonho de uma mãe é arrancado de seus braços por causa de um desejo proibido que gerou uma punição severa da vida desembocando numa história dramática de dores e superação. Rapunzel é a protagonista que foi arrancada dos braços materno ao nascer como castigo dado por um bruxa egoísta, bruxa essa que a aprisionou em uma torre inacessível por quase toda a sua vida. A única acessibilidade disponível até a jovem era a escadaria improvisada de suas gigantes  tranças douradas.

Órfã de pai e mãe, vivendo solitariamente em sua masmorra, ela vê sua vida mudar inesperadamente com a chegada do filho do rei, um príncipe. Eis que nasce um grande amor real, porém, ainda imaturo, o primeiro amor de Rapunzel. Por confiar demais em sua “mãe postiça”, a bruxa, ela acaba abrindo o coração à sua própria carrasca e é abruptamente separada de seu amado e obrigada a viver uma vida miserável.

Longe da torre do seu comodismo, sem seus encontros noturnos com o jovem namorado, sem pai, nem mãe, Rapunzel fica completamente sozinha na vida, e enquanto ela vivia seu drama, seu querido príncipe também vivia o dele. Ferido pela bruxa, ele fica cego e vaga perdido pela floresta até que reencontra sua querida e muito amada Rapunzel, que ao vê-lo em tal situação chora e suas lágrimas são capazes de fazer o milagre da cura devolvendo-lhe a visão, restaurando-lhe o reino e realizando um feliz casamento entre ambos. Esta é a síntese do romance e vida de Rapunzel.

Mas o que isso ensina?

Continuar lendo “Enrolada”

Em destaque

Salva-Vidas


Salva-Vidas

Hoje, vagueando pelos caminhos de meus pensamentos e veredas de minhas reflexões pude contemplar a beleza da missão que cada ser humano possui: “salvar vidas”. Na infância, nossos olhos pequeninos buscam ansiosos a presença dos heróis que com seus superpoderes possam salvar o mundo. Lembro-me de que na minha meninice eu amava o desenho do Capitão Planeta, hoje, todavia me defrontei com a realidade de que todos nós, seres viventes, podemos ser como um “Capitão Planeta”, isto é, um herói ou uma heroína.

Continuar lendo “Salva-Vidas”

Em destaque

Show das Poderosas


Show das Poderosas

Há alguns anos, falou-se muito sobre a música da Anitta chamada “Show das poderosas”, meninas e mulheres diariamente visualizavam, curtiam e compartilhavam o vídeo clipe da intérprete dessa canção visando copiar os passos sedutores do denominado show espelhando-se nela como exemplo do empoderamento feminino. Tal admiração pelo poder advindo da beleza e sedução sexual ignora o que realmente dá poder a uma mulher.

Portanto, o que vem a ser de fato um show das poderosas?

Continuar lendo “Show das Poderosas”

Em destaque

Resumo do livro: A Arte de Argumentar


A Arte de Argumentar

Argumentar é expor e não impor sua linha de pensamento. Para tal deve-se conhecer o pensamento do outro e respeitá-lo dando a ele a liberdade de concordar ou não com sua forma de pensar sobre determinado assunto. A argumentação atinge todos os âmbitos da sociedade como: família, educação, trabalho, lazer e etc. O que demonstra sua importância, e portanto, requer seu aprimoramento sobre como usá-la de forma eficaz em diálogos e relacionamentos.

Gerenciamento de Informação

Para argumentar é necessário desenvolver um pensamento crítico embasado em um conhecimento prévio de temas relevantes à argumentação, pois a ignorância permite que a mente humana seja manipulada e enganada. Um exemplo disso, é a mídia que costuma apresentar seu ponto de vista e influenciar a massa a seguir seu raciocínio muitas vezes disfarçado de imparcialidade.

Uma das formas de ampliar a capacidade de raciocínio e crítica sobre o que está sendo veiculado nos meios de comunicação é conhecer obras literárias, alimentar o intelecto através da leitura de clássicos da literatura são como juntar tijolos a fim de construir o conhecimento. Portanto, não basta informação, mas gerenciá-la pelo conhecimento sem o qual a mente se torna suscetível a visões distorcidas dos fatos.Continuar lendo “Resumo do livro: A Arte de Argumentar”

Em destaque

Resumo do livro apócrifo de Judite


Judite e a força da mulher na bíblia 

O rei medo Arfaxade havia conquistado a várias nações, ele morava numa fortaleza de pedras polidas com enormes muros e altas torres chamada Ecbátana. Ao se orgulhar do seu poder bélico, Nabucodonosor, rei babilônico, que dominava os assírios na cidade Nínive, juntamente com seus aliados venceram Arfaxade no seu 12° ano de reinado.Continuar lendo “Resumo do livro apócrifo de Judite”

Em destaque

9 Lições do filme “Lanterna Verde”


Uma luz verde para você

Contém SPOILER.

No filme da DC Comics, Lanterna Verde, o piloto Hal Jordan é escolhido como o novo guardião Lanterna Verde para cuidar dos planetas que estão sendo devorados pelo ex-guardião e agora vilão Parallax, vilão esse que se alimenta do medo das pessoas. Hal seria o primeiro Lanterna Verde humano, o que gera preconceito nos outros companheiros extraterrestres.

A escolha do Lanterna Verde é feita pelo anel verde (recarregável numa lanterna) e o guardião não pode ter medo. Por isso, Hal após as críticas acredita que não é capaz de ser um guardião, pois ele tem medo. Até que sua amada Carol diz que o anel viu nele algo que ele ainda não enxergava em si mesmo, uma coragem que não significa ausência do medo, mas sim, a superação dele. Hal, então, compreende que a humanidade dele que era considerada sua maior fraqueza, se tornaria seu grande triunfo, então, ele luta sozinho sem o apoio dos imortais que criaram os mundos e mesmo assim vence.

Mas o que isso ensina?

Continuar lendo “9 Lições do filme “Lanterna Verde””

Em destaque

14 coisas para fazer durante a quarentena


Como tornar a quarentena um tempo muito produtivo.

  1. Busque a Deus, vendo cultos on-line, orando, jejuando, lendo a bíblia (sugiro começar pelo livro de Lucas) para se conhecer melhor e conhecer a Deus. Esse tempo de reclusão pode te surpreender despertando uma fé genuína e quebrando seus preconceitos. Já que está à toa mesmo porque não bater um papo com teu Criador? Não digo para repetir coisas decoradas, mas sim, para falar com Deus abrindo o coração como quem fala com um amigo.
  2. Leia bons livros, tem um monte de pdf ou até audiolivros disponíveis on-line;
  3. Aprenda coisas novas, cursos on-line ou até mesmo pós-graduação gratuita. Sugiro os seguintes sites:
  4. Um novo idioma como:
    inglês, italiano, coreano, espanhol, francês, hebraico, latim, guarani dentre outros.
  5. Continuar lendo “14 coisas para fazer durante a quarentena”

Em destaque

Lições “Durante a Tormenta”


Contém SPOILER.

No filme da Netflix Durante a tormenta, Vera é uma enfermeira que se casou com Davi e desistiu de se formar em Medicina porque engravidou de Glória. Eles mudam para uma casa que era de Nico, garoto que nos anos 80 testemunhou um crime e ao fugir do vizinho, cúmplice do assassinato da própria esposa, foi atropelado e morreu. Tal vizinho assassino foi preso e se matou 3 meses depois.

Durante uma tormenta há uma conexão atemporal em que Vera (no futuro) consegue falar através de uma antiga TV de Nico com ele (no passado) antes dele testemunhar o assassinato da mulher do vizinho. Ela, então, o alerta para não sair de casa e o garoto a obedece e isso faz com eu ele fique vivo. Nico denuncia o vizinho, mas ao contar que falou com uma mulher no futuro passa a ser visto como um garoto esquizofrênico a ponto de sua mãe o tirar da cidade em busca de tratamento.

Ele passa 20 anos tentando encontrar a mulher do futuro que alertou ele, Vera, para provar que o vizinho era culpado e ele não era louco. Até que a encontra no metrô e se aproxima dela (que ainda nada sabe e nem se casou com Davi nem teve Glória) eles, então, vivem um romance. Nico se torna policial e consegue a prisão do vizinho até que Vera percebe que algo mudou e que ela não está mais casada e nem teve sua filha com Davi. Ao descobrir que Nico mudou o futuro dela a seduzindo e a levando a não escolher Davi como esposo, ela se mata, mas antes pede que já que ela salvou a vida dele, Nico,  que ele volte no tempo e salve a vida dela.

Ele faz contato consigo mesmo quando criança e fala algo que altera o futuro de novo. DE forma que ele não morra enquanto criança e nem seduza Vera que por consequência se casa com Davi e tem sua filha Glória. Vera fica tão feliz ao ver que Nico deu à ela a vida que ela escolheu ao lado de Davi que ajuda a polícia a descobrir que o vizinho de Nico era o culpado da morte da esposa após essa descobrir que o marido a traía com uma vizinha. Vera, então, encontra Nico que agora é policial e relata sobre o crime, mas ele não se lembra que ela é a mulher que o salvou.

Mas o que isso ensina?

Continuar lendo “Lições “Durante a Tormenta””

Em destaque

4 lições de conquista de Bolívar


4 lições de conquista

Contém SPOILER.

Esta série da Netflix chamada Bolívar mostra a história desse conquistador que consegue a independência da colonização espanhola não só de seu povo, mas de vários países da América do Sul. Quando jovem já havia conseguido a independência da Venezuela, mas a perdeu e teve que fugir para outro país, onde passou dificuldades e aprendeu com seus erros. Anos depois, ele regressou à América do Sul e conseguiu com muita luta, estratégia, esforço e criatividade realizar seu sonho de juventude mesmo contra todos os obstáculos que surgiram.

Mas o que isso ensina?

Continuar lendo “4 lições de conquista de Bolívar”

Em destaque

7 lições de autoestima com o filme “Sierra Burgess is a loser”.


7 lições de autoestima com a “fracassada”

Contém SPOILER.

Neste filme da Netflix, uma líder de torcida esnobe chamada Verônica dá o telefone de Sierra, garota fora dos padrões de beleza, contudo muito inteligente para Jaime fingindo ser o telefone dela. Jaime e Sierra começam a conversar por mensagens e mesmo sabendo que ele está enganado quanto à identidade dela, Sierra prossegue nessa relação. Assim os dois se apaixonam e Sierra começa com a ajuda de Verônica a continuar a farsa, pois teme ser rejeitada.

Jaime descobre a mentira e rejeita Sierra, mas Verônica que nesse ínterim já começou a ver Sierra como uma amiga intercede por ela diante do rapaz e Jaime aceita Sierra como namorada. A amizade ou troca de favores entre Sierra e Verônica mostra que a líder de torcida é oprimida pela mãe que é obcecada por beleza.

Essa obsessão é fruto da rejeição de seu ex-esposo que a trocou por uma garota bem mais jovem. Assim, a mãe de Verônica teme que as filhas passem pela mesma dor e por isso cobra que suas filhas sejam bonitas. Mas, Sierra mostra a elas que a aparência não é tudo e as coisas mudam na casa de Verônica.

Mas o que isso ensina?

Continuar lendo “7 lições de autoestima com o filme “Sierra Burgess is a loser”.”

Em destaque

Teatro: Leilão de uma alma


Leilão de uma Alma

Autores da adaptação: Eliane Mariz com colaboração de José Garcia | Gênero: Roteiro | Editado: 10/06/13 | Atualizado: 11/07/22

PERSONAGENS:

Jesus Cristo, Filho de Deus e comprador da alma;
Leiloeiro;
Diabo, candidato a dono da Alma;
Alma, a ser leiloada;
Carcereiro, figurante;
Ignorância;
Religiosidade;
Vícios;
Incredulidade;
Rebeldia;
Vaidade (Fama, dinheiro, orgulho);
Prostituição.

ÉPOCA: presente. LUGAR DA CENA: Leilão.

ATO I

O cenário pode ser um púlpito com um martelo para o leiloeiro finalizar as vendas. A alma pode vestir uma roupa com capuz escondendo a roupa de baixo que deve ser branca, que será exibida quando Jesus a libertar das correntes que a prendem. A roupa dela deve ser fechada com velcro. Simbolizando que Cristo muda nossas vestes e as torna brancas como a neve.

Cena I

Leiloeiro.

(Entra em cena o leiloeiro com um fundo musical típico de programas de TV).

Leiloeiro: (fala com muito entusiasmo) Boa noite, a todos, está começando mais um leilão e nesta noite estamos com prêmios incríveis, valiosíssimos para leiloar, temos apenas uma pequena exceção.Continuar lendo “Teatro: Leilão de uma alma”

Em destaque

Mulheres? Presente!


Neste 8 de março, eu te convido a viajar comigo ao passado e depois retornaremos a sua quase réplica: o presente. Aperte seus cintos! Hoje, é 8 de março de 1857, estamos em Nova York, numa fábrica têxtil, em que 129 trabalhadoras que lutavam por seus direitos trabalhistas foram mortas queimadas pelo seu patrão que além de negar uma vida melhor a elas, negou-lhes a própria vida. Um pouco mais adiante, no ano 1910. Isso mesmo! Já se passaram 13 anos após a tragédia, esse 8 de março tornou-se uma homenagem a todas as mulheres do mundo que dão suas vidas pelo que acreditam.

Continuar lendo “Mulheres? Presente!”

Em destaque

Resumo do livro apócrifo de Tobias


Livro de Tobias

Tobit, da tribo de Naftali, foi levado junto com outros israelitas para o cativeiro babilônico no reinado de Salmanasar. Tobit continuou fiel a Deus dando esmolas, ajudando os outros e enterrando os cadáveres de seu povo que ficavam expostos na cidade para servir de exemplo aos rebeldes.

Ele não adorava o bezerro de ouro feito pelo rei Jeroboão, pois continuava indo a Jerusalém adorar a Deus. Casou-se com Ana e teve um filho, Tobias, a quem ensinou o caminho de Deus. O rei Salmanasar teve simpatia por Tobit e permitiu que ele andasse com liberdade no reino.Continuar lendo “Resumo do livro apócrifo de Tobias”

Em destaque

Resumo do livro apócrifo de Baruc


Livro de Baruc

Baruc fala por intermédio de um livro que deveria ser lido aos judeus que ficaram em Jerusalém durante o exílio na Babilônia. Ele exorta ao povo alegando que a desobediência a Deus os levou àquela situação de escravidão e destruição. E faz uma oração a Deus pedindo perdão e também pede que o povo judeu ore por Nabucodonosor, afinal Deus mandou o povo judeu aceitar ir para o exílio para não morrer e o povo por não aceitar sofreu consequências maiores.

No último capítulo, tem uma cópia da carta de Jeremias falando para o povo que estivesse na Babilônia que não se contaminasse com a idolatria do local, pois os deuses babilônicos eram falsos e não poderiam fazer mal a eles, já o Deus de Israel, sim, poderia agir a favor ou contra e que por isso seu povo deveria temê-lo.

Eliane Mariz

VEJA MAIS LINKS:

Resumo do intrigante livro apócrifo: Tobias.
O que o livro de Tobias tem a ensinar sobre casamento.
Resumo do livro apócrifo de Judite e a força da mulher.
Ester e o que esse livro apócrifo acrescenta à história

Em destaque

Da cozinha de casa para a sala de TV


Dona de casa se torna microempreendedora em meio à crise e ensina suas receitas na TV em programa de culinária

O Brasil vem atravessando uma grande crise econômica nos últimos anos resultado da instabilidade política. Segundo o portal G1, o desemprego no país chegou a 13,1% em março de 2018 e atinge mais de 13,7 milhões de pessoas. Diante dessa perspectiva o trabalho informal tem sido a saída para milhares de brasileiros poderem obter sua subsistência até que a situação na economia do país mude.

Seguindo essa nova tendência nacional, a dona de casa, Elizena Freitas, com 55 anos, decidiu fazer doces e bolos confeitados a fim de complementar a renda do lar, que era sustentada até, então, pelo salário do marido que é caminhoneiro. Além disso, a nova empreitada da confeiteira se tornou uma válvula de escape para ela superar momentos depressivos.Continuar lendo “Da cozinha de casa para a sala de TV”

Em destaque

The Voice


The Voice

Em plena tarde, eis que me deparo com três cadeiras siamesas. Nelas estão o Pai Jeová, à sua direita o Filho Jesus e o Espírito Santo. Vejo outra cadeira onde está assentado um homem de branco semelhante a um anjo de luz, ele é chamado de Belial. Em outra cadeia vermelha com detalhes pretos vejo uma mulher elegante com uma ar de maturidade e arrogância, trata-se da Religião.

Desvio o foco e adiante de mim tem um belo palco, todo iluminado e uma plateia em redor deste.  No centro dele, aparece um apresentador chamado: Mundo. Ele cuida dos candidatos à vaga de “escolhido”, “The Voice”.

Continuar lendo “The Voice”

Em destaque

Em todo canto


Tenho contemplado a beleza e grandiosidade de um Deus que se manifesta em sua criação. E tenho visto  como Ele é maravilhosamente musical. Através de um Pastor de Atlanta, Louie Giglio, da Passion City, Canto das estrelas, descobri que as estrelas emitem sons belíssimos, que soam como música aos ouvidos do seu Criador. Uma linda orquestra sinfônica celestial.Continuar lendo “Em todo canto”

Em destaque

Brasil, mostra tua cara!


Brasil país de contrastes onde o branco, o preto, o amarelo e o vermelho se misturam numa aquarela de raças, etnias, costumes e ideologias. Brasil que virou República, que deixou a coroa, que virou ditadura, que virou democracia e hoje luta para ter sua voz ouvida. Voz essa que é abafada por quem deveria ouvi-la. 

Brasil do Xaxado, da bombacha, da sanfona, do pandeiro, do cocar, do Sertanejo, do Funk, do Pagode, do “Feminejo”. Brasil do “oxente”, do “uai”, do “tchê”, do “porrrrta”, do “éééégua”, do s com som de x. Continuar lendo “Brasil, mostra tua cara!”

Em destaque

Ex-traficante larga droga de vida por Jesus Cristo


História conta pelo próprio Júlio Henrique

Jesus me tirou do inferno dessa vida de bandido

Hoje eu sou consagrado, soldado de Jesus Cristo.

Eu estava no inferno, Deus me tirou.

Perdido no escuro, mas Jesus me achou

Me livrou da morte, meus pecados perdoou.

Eu não sou mais “vida louca”, sou soldado do Senhor.

Mais que um vencedor em ti Jesus eu sou.

Com 15 anos comecei a ir para o Rio de Janeiro trazer drogas para revender na cidade. Ganhava pouco, e o pouco que ganhava eu gastava fumando maconha e usando cocaína. Mas um dia, um cara na comunidade onde eu morava, que é conhecido como “Roseira” em Barra do Piraí, me chamou para “fechá lá” e comecei a “fechá lá” na boca.

No começo eu vendia, até fiquei na contenção (que é ficar olhando os “polícia” entrar na comunidade). Mas, eu evolui no crime e quando fiz 16 anos virei Gerente da boca. Eu era chamado como “N.z da Roseira”. Comecei a deixar a boca forte com minha inteligência no crime. Comecei a botar em prática tudo o que sabia e a boca estava vendendo muito. Aí comecei mandar o  dinheiro para o Rio de Janeiro para seguir vários armamentos. E os “polícias” já não entravam à noite na comunidade, porque sabiam que estávamos fortemente armados.Continuar lendo “Ex-traficante larga droga de vida por Jesus Cristo”

%d blogueiros gostam disto: